Partes

Hoje o post é resultado de um déjàvu fotográfico e literário.

Uma foto publicada. Um texto lindo devorado.

Em ordens distintas, unidos por um sentimento imaginário.


10963784_837076859691384_856102013_n

ARTISTA DA VIDA

Em quase toda minha vida tive de conviver com partes.

Nunca tive o todo.

E muitas vezes, nem tive o todo das partes.

Vivendo com tão pouco, só partes de um todo.

E tendo que ser um todo em toda parte.

Aprendi a viver de uma forma única, a parte.

Tirei coelho da cartola.

Cantei música do Cartola.

Vesti fantasias com cartola.

A cartola sempre foi parte.

Mas de tanto que usei esta parte.

Ela completou tantas outras partes

E me deixou todo arte.

José Luiz Mariano de Oliveira 

Leave a comment