O primeiro dia

As fotos de hoje, considerando a velocidade com que fotografamos por ai, ja podem ser consideradas quase que vintage, hehehe.

Elas foram tiradas em Dezembro de 2011 e na verdade eu nunca imaginei que as postaria, mas passados pouco mais de três anos, achei que hoje elas renderiam uma boa conversa fotográfica por aqui.

Sempre digo ao meu marido que quando eu quero MUITO uma coisa, é porque realmente eu desejo com a força de cada molécula que compõem esse corpinho aqui, rs. Sempre foi assim, eu fico sonhando meses com algo, até alguma data/$$$ encaixar direitinho para tê-la. ny_01

Por isso mesmo que começo o post com essa foto. Alguém está vendo uma pessoa feliz ai????

Quem já foi na B&H deve imaginar o porque do tamanho do meu sorriso, rs.

Tenho certeza de que depois da minha primeira mochila de escola, essa foi a que me fez e ainda me faz mais feliz até hoje. Dentro dela, nada menos do que a minha primeira DSLR. Foi o Kit → câmera t3i + lente 18-135 mm (o supra-sumo fotográfico para mim naquele momento!!!) e mais uma lente macro 60 mm que resultaram nesse sorriso largo e coração cheio.

Eu nunca vou me esquecer de quando saí da loja com tudo empacotadinho e meu marido parou para clicar essa foto. Logo depois ele me perguntou: você está feliz?

E eu respondi sem ao menos respirar: você não faz idéia, mas eu sinto que isso vai mudar a minha vida!

Acho que essa foi a única vez em que fui invadida por tal sentimento. É difícil até hoje de explicar o porque, mas eu sei que naquele momento eu senti que minha vida nunca mais seria a mesma. Foi ali, escolhendo a lente com Avi, vendo meu pacote cair pelas mãos do Benjamin, entregando meus suados dólares ao Efraim e me despedindo com um fantástico goodbye de Jacob, que meu mundo mudou.

Passado todo esse momento mágico, fui me entender com os manuais, por quantas horas carregar a bateria e me achar entre as milhares de novas funções da câmera.

E foi dessa história toda que surgiu a idéia do post de hoje:

O primeiro dia de vida de uma câmera.

Essas são as fotos do primeiro dia dos restos dos meus dias de fotografia. Sem a menor vergonha na cara confesso que tudo no modo automático, ou aleatoriamente no modo AV para não sair flash, mesmo sem fazer a menor idéia do porque isso magicamente acontecia. Enfim, mesmo com tudo automatizado e ISO na casa do chapéu em dia de azul cor de céu, apenas o registro do meu novo jeito de olhar, dentro de uma nova perspectiva que como eu ja previa, mudaria completamente a minha vida!!!

 ♥

*Essa foi a primeirinha*

One way? Oh yes!

ny_02ny_03ny_21ny_24ny_23ny_04ny_22ny_05ny_20ny_06ny_07ny_08ny_10ny_09ny_12ny_26ny_11ny_25ny_35ny_13ny_27ny_36ny_38ny_28ny_29ny_31ny_30ny_32ny_18ny_34ny_33 cópiany_19ny_15ny_16ny_17De fato foi um dia de descobertas. De conhecer um mundo novo, de ver a vida sob um novo olhar.

E posso dizer?

O melhor que existe!

Bjos,

Tutu